Os cristãos começam a viver neste domingo (3) o Tempo do Advento. É uma época de preparação para o Natal. Nestas quatro semanas que antecedem à celebração da festa do nascimento de Jesus, o padre Tomaž Mavrič (Superior Geral da Congregação da Missão-CM) pede que todos os vicentinos reflitam sobre a importância da Eucaristia. Mavrič é considerado 24º sucessor de São Vicente de Paulo por administrar hoje a Congregação fundada pelo santo.

Em carta destinada à Família Vicentina, ele afirma que tudo está centralizado na Eucaristia. “A realidade aqui e agora de todo ser humano desde sua concepção até a morte está sempre presente no aqui e agora da Eucaristia, assim como o aqui e agora da Eucaristia está presente no aqui e agora de cada ser humano”.

O Superior Geral ainda apresentou seis pontos-chaves para que os cristãos vivam bem a Eucaristia.

  • Antes da celebração da santa Missa, dediquemos tempo, em silêncio, para nos prepararmos para acompanhar Jesus no caminho do Calvário, da Cruz, da sua Morte e Ressurreição.
  • Após a celebração da santa Missa, dediquemos tempo, em silêncio, para agradecer a Jesus pela possibilidade de testemunhar e de participar cada vez mais do seu Sacrifício, sua Morte e Ressurreição.
  • Uma vez por semana, dediquemos pelo menos meia hora de adoração diante do Santíssimo Sacramento em Comunidade, ou participemos da adoração na Paróquia ou onde a adoração ao Santíssimo Sacramento é proposta.
  • Todas as vezes que sairmos de casa para ir a algum lugar, paremos na capela da Comunidade ou ao passar diante de uma Igreja, entremos um instante para pedir a Jesus no tabernáculo que nos acompanhe até o nosso destino, no serviço que somos chamados a realizar, na tarefa que devemos cumprir.
  • Todas as vezes que voltarmos de algum lugar, paremos na capela da Comunidade ou na Igreja para agradecer a Jesus, todas as bênçãos.
  • Durante o dia, façamos uma rápida visita a Jesus no tabernáculo para nos permitir renovar nossa paz interior, para nos recolhermos, para receber um sinal ou uma resposta às perguntas e às dúvidas que estão presentes em nossa mente, em um determinado momento.

Para ler a carta na íntegra, CLIQUE AQUI

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta