Sistema de informações começa a revelar perfil da SSVP

Cadastramento de confrades e consócias da SSVP começou há dois anos, com o objetivo de conhecer melhor a organização, muito numerosa no Brasil.

0

Um trabalho de conscientização que não é fácil, mas que é muito importante para o futuro da Sociedade de São Vicente de Paulo no Brasil. Assim poderíamos definir o Sistema de Informações que o Conselho Nacional do Brasil lançou em 2014 e que, após dois anos de trabalhos, começa a revelar o perfil da SSVP no país.

Até o momento, o sistema aponta, por exemplo, que 56,65% dos participantes são consócias; os confrades correspondem a 43,35%. As informações foram cadastradas pelos Conselhos Metropolitanos (CMs) no sistema, que funciona pelo computador, mas que recebe ajuda de cada Conferência que repassa os dados por formulários ou planilhas aos Conselhos Particulares até que passem pelos Centrais e Metropolitanos e cheguem até o Conselho Nacional. Mas ainda há CMs que não completaram os dados.

A presidente nacional da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), consócia Emília Fernandes Figueiró Jerônimo, divulgou nesta segunda-feira (9) uma Circular em que ressalta a importância de todas as Unidades Vicentinas completarem os dados e pede uma avaliação do sistema. “Propomos-lhes uma avaliação do que fizemos em termos de Sistema, o que falta a fazer e a nossa disposição de concluirmos os cadastros antes do fim da nossa gestão, tendo em vista tratar-se de uma ferramenta essencial para se obter informações atualizadas da SSVP em qualquer tempo, além de outras funções muito importantes”, explica o documento.

As fichas de avaliação foram encaminhadas aos Metropolitanos para que possam ser preenchidas e devolvidas ao CNB. Quando o cadastramento for concluído será possível saber, além do sexo, a faixa etária dos vicentinos do Brasil e o número total. Essas informações ajudarão o CNB a fazer projetos direcionados para a realidade dos confrades e consócias do Brasil.

Leia aqui a circular sobre o Sistema de Informações da SSVP

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta