Metropolitanos fazem sugestões à diretoria do CNB

0
290
Participantes da Plenária Nacional

 

Os presidentes de Conselhos Metropolitanos terão voz e vez na Plenária Nacional. Na manhã deste sábado (4), dentro da programação do encontro que acontece em Venda Nova (MG), a nova diretoria do Conselho Nacional do Brasil da Sociedade de São Vicente de Paulo (CNB/SSVP) cedeu espaço para que os vicentinos registrassem os anseios deles pelos próximos 4 anos.

Como legítimos representantes das bases, os presidentes de Metropolitanos fizeram sugestões para os Departamentos, discutindo as questões em grupos. Todas as considerações serão apresentadas neste domingo.

A atual diretoria do CNB ainda não tem um plano de trabalho, porque foi definido que ele só seria construído após este encontro com as lideranças vicentinas do país. A partir de amanhã, o plano será elaborado, focado na assistência integral aos Pobres, e iluminado pelo tema do próximo quadriênio: “Na rede de caridade, servir nossos Mestres e Senhores”.

O tema, segundo o padre Alexandre Nahass Franco (Congregação da Missão-CM), requer o comprometimento dos vicentinos para que seja colocado em prática e não vire apenas mais um discurso eloquente em favor dos Pobres.

Para que a ‘rede de caridade’ seja formada, o assessor Espiritual do CNB enumera os pontos que considera importantes. “Pela ‘rede de caridade’, precisamos melhorar a colaboração entre nossas Unidades Vicentinas; os nossos projetos de promoção social; a consciência de trabalhar como Família Vicentina; ter ousadia na missão e caridade, e percepção da foça da SSVP na Igreja e como Igreja, e nas associações de direitos dos Pobres, não como uma pastoral, mas uma força profética para o serviço dos Pobres”.

Escuta atenta

O presidente do CNB, confrade Cristian Reis da Luz, acredita que um plano estratégico de gestão só será efetivo se for compatível às percepções dos vicentinos das bases. “Os sonhos da diretoria podem não ser os das bases e nós precisamos sonhar juntos. Que os nossos sonhos se tornem realidade e que os sonhos dos Pobres também”.

Participações

Na manhã deste sábado, a Plenária Nacional contou ainda com a participação do coach Sílvio Fieno, que instruiu os vicentinos de como elaborar um plano estratégico a curto, médio e longo prazo.

Representando o Conselho Geral Internacional (CGI), o confrade Júlio César Marques (vice-presidente Territorial Internacional para a América do Sul) afirmou que o plano de trabalho do CNB precisa refletir nas Conferências. “O planejamento precisa chegar às bases. Queremos resultados e avanços. Qualquer Conselho só serve se prestar serviço”.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY