Mais de 200 visitas são feitas durante Missões no Maranhão

0
607

A necessidade de despertar novas Vocações Vicentinas, bem como estimular a formação de lideranças para a SSVP no Estado do Maranhão, levou o Departamento Missionário do Conselho Nacional do Brasil (CNB) até o Conselho Central de Santo Antônio, que abrange as cidades de Imperatriz, Grajaú e Barra do Corda, entre os dias 23 e 28 de novembro.

Foram 13 missionários envolvidos na tarefa de visitar vicentinos afastados por motivos aleatórios ou doença, participar de eventos para o recrutamento e estar em contato com o clero, pedindo o apoio dele para as atividades da SSVP no Estado.

As Missões foram solicitadas pelo confrade Geraldo Monteiro Júnior, vice-presidente do CNB para a Região VII, à qual o Conselho Central de Santo Antônio integra. “Espero que o legado destas atividades seja o fortalecimento de nossa amada SSVP, como ocorreu nas Missões feitas em 2014. Na época, tivemos o caso de dois jovens recrutados que são hoje protagonistas da ‘Sociedade’ no Maranhão”.

Os missionários trabalharam principalmente a questão da unidade vicentina. Como o Conselho Central de Santo Antônio pertence ao Conselho Metropolitano de Teresina (PI), ou seja, que fica em outro Estado, havia esta necessidade de mostrar aos confrades e consócias maranhenses “que eles não vão caminhar sozinhos, porque estaremos sempre ao lado deles”, acrescenta a consócia Margarete Santos, coordenadora nacional do Departamento Missionário.

Margarete observa que tinha Unidade Vicentina que há 20 anos não recebia a visita de uma liderança da SSVP.

A missionária Renata Santos, do Paraná, que esteve durante 10 dias em atividades vicentinas pelo Maranhão, descreve a experiência de fé e de vida. “A gente viveu em um planeta chamado Amizade e Caridade. Eu parei tudo e vivenciei o mundo da SSVP. Isso é um mergulho no Carisma Vicentino enorme. Não tem como não sair de lá modificada”.

Para Renata, fica o aprendizado da força do povo maranhense. “Eu visitei vicentino que era mais pobre do que o assistido da minha Conferência. Mesmo assim, resiliência e a caridade falavam mais forte”.

ENCERRAMENTO COM CHAVE DE OURO

A última atividade dos missionários em Imperatriz foi a participação na Romaria, realizada há 114 edições. Desde 1905, os vicentinos do Maranhão participam de um final de semana de formações e, no fim, fazem uma caminhada até uma igreja da cidade, onde participam da Santa Missa.

O confrade Cristian Reis, presidente nacional da SSVP, esteve presente. É a primeira vez que um presidente nacional visita Imperatriz, segundo o vice-presidente da Região VII.

 

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY