93 anos depois: conheça fato novo na biografia do miraculado

0
1409

Entre boa parte dos vicentinos, é bem conhecida a informação de que Fernando Ottoni foi o miraculado preponderante na causa da beatificação de Antonio Frederico Ozanam. A informação nova é que este homem, morto em 2004 vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), a exemplo do fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), também era de bondade e caridade inigualáveis.

Certa vez, Fernando mergulhou na Baía de Guanabara – que tem aproximadamente 17 metros de profundidade – para salvar um operário, que caiu na água ao cochilar durante a travessia na balsa Rio/Niterói. Quem revela este episódio é o confrade Pedro Tenuto (81), membro da Conferência São Miguel Arcanjo, no RJ.

Confrade Pedro esteve diversas vezes com Fernando, quando foi aberto o processo da beatificação de Ozanam, e descreve o homem que foi curado pela intercessão do principal fundador da SSVP. “Era bem consciente da sua condição de miraculado, principalmente pelo extraordinário e profundo testemunho de sua amada mãe. Era Congregado Mariano e tinha especial devoção por Nossa Senhora. Também cultivava espírito de solidariedade”.

Primeiro milagre de Ozanam acontecia há 93 anos

Fernando Ottoni

No dia 1º de fevereiro de 1926, o garoto Fernando Ottoni (na época com 18 meses) apresentou quadro grave de difteria, na cidade de Nova Friburgo (RJ). O médico que o atendera não acreditava que ele pudesse se recuperar; estava consciente que voltaria no dia seguinte para assinar o atestado de óbito do menino. Quando soube da situação do neto, o avô, confrade Christiano Benedito Otoni, se colocou de joelhos e rezou, pedindo a intercessão de Ozanam pela cura de Fernando. Imediatamente, o menino conseguiu beber um pouco de café e foi dormir.

Já no dia 2 de fevereiro, quando o médico retorna à casa da família para assinar o atestado de óbito do menino, o encontra bem e saudável. Um milagre! A doença tinha uma taxa de 62% de óbitos na época; para complicar a situação, Fernando tomou o soro antidiftérico (medicamento usado para o tratamento) de forma tardia e malconservado.

Durante a investigação pelo Tribunal Eclesiástico, três médicos muito experientes foram ouvidos e constataram a cura miraculosa. Em 22 de agosto de 1997, o papa João Paulo II confirmou o milagre, presidindo a solenidade de beatificação de Ozanam, em Paris.

O miraculado Fernando Otoni era engenheiro. Não participou da Sociedade de São Vicente de Paulo, mas tinha em casa uma imagem de Ozanam e era muito caridoso, segundo testemunho do filho, o médico Pio Otoni.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY