UPP funciona em prédio vicentino na comunidade mais antiga do Brasil

0
Fachada da UPP Morro da Providência

 

O prédio onde funciona a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Providência, no Rio de Janeiro (RJ), pertence ao Conselho Nacional do Brasil da Sociedade de São Vicente de Paulo (CNB/SSVP). O imóvel foi cedido ao Estado na forma de comodato, em 2010, para a implantação do sistema com foco no combate do tráfico e violência na comunidade.

Para ver como o espaço vem sendo utilizado, a diretoria do CNB fez uma visita técnica ao local, na tarde do último sábado (7).

Membros da diretoria do CNB com alunos de projeto social
Membros da diretoria do CNB com alunos de projeto social

O presidente da SSVP, confrade Cristian Reis, diz que a cessão do imóvel visa beneficiar as pessoas pobres que moram na região, cumprindo o princípio básico da instituição que é de estar a serviço dos cidadãos em situação de vulnerabilidade social, bem como colocar o patrimônio à disposição deles. “As nossas estruturas devem estar sempre a serviço dos Pobres”, observa Cristian. “Vimos que no espaço funcionam diversos projetos sociais, promovendo uma aproximação entre a UPP e a comunidade. Esta aproximação trouxe redução da criminalidade, possibilidade de educação e esporte para os moradores, além de outros aspectos sociais desenvolvidos e voltados para a saúde”, observa.

36818962_10209959590381084_8686361512647852032_nMORRO DA PROVIDÊNCIA. A comunidade é a mais antiga do país, criada há 121 anos. Os primeiros moradores foram ex-combatentes da Guerra de Canudos (1896-1897). Aos integrantes do Exército que fossem à luta no sertão baiano, caso a vitória fosse do Estado, foi prometido que ganhariam de recompensa uma casa. No entanto, ao retorno, mesmo vitoriosos, nada lhes foi dado. Sem local para ficar, os combatentes acabaram se estabelecendo na Providência.

Favela era uma planta rasteira comum na região de Canudos. Por isso, os primeiros moradores deram à região o nome de Morro da Favela. Em 1920, o termo passou a ser usado para se referir a outras comunidades carentes.

UPP.  O Morro da Providência foi ocupado pela Polícia Militar (PM) em 22 março de 2010 de forma pacífica. Um mês depois, ali foi implantada uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), em 26 de abril. Já a inauguração de um teleférico pela prefeitura ocorreu em julho de 2014.

A comunidade tem cerca de 4 mil habitantes. Um dos mais famosos deles foi o poeta Machado de Assis, que nasceu em 1839 em um dos casarões antigos da Providência.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta