SSVP se compadece com a dor do povo de Sri Lanka

0
538

Enquanto o resto do mundo celebrava a ressurreição de Jesus nesta Páscoa, o povo de Sri Lanka vivia um momento de horror ontem (21). Uma onda de atentados deixou ao menos 290 mortos e 500 feridos. Os ataques com explosivos aconteceram em três igrejas e quatro hotéis.

A Sociedade de São Vicente de Paulo no Brasil (SSVP), por meio do Conselho Nacional, declara que está profundamente entrisitecida com esta situação. A entidade pede que todos os vicentinos rezem pelo povo de Sri Lanka durante as reuniões de Conferências e Conselhos que ocorrerem nesta semana. “O nosso desejo é de que os feridos se recuperem logo e quem perdeu um ente querido tenha o consolo de que ele está junto de Jesus, que também passou pelo calvário, e venceu a morte”, defende o confrade Cristian Reis, presidente nacional da SSVP.

NÃO HÁ VICENTINOS ENTRE OS MORTOS

O presidente internacional da SSVP, confrade Renato Lima de Oliveira, informa que nenhum vicentino foi vítima da tragédia do fim de semana. A SSVP no Sri Lanka conta com 3 mil membros, em 366 Conferências. Ele também está muito abalado com a notícia do ataque. “Repudiamos veementemente os atos terroristas que provocaram a morte de centenas de católicos no Sri Lanka no último Domingo de Páscoa. O Conselho Geral Internacional manifesta sua total solidariedade ao povo cingalês, e também ao Conselho Superior, oferecendo apoio no que for preciso após a identificação das eventuais necessidades”.

ATAQUE

Oito explosões foram registradas na capital do Sri Lanka, Colombo, e nas regiões de Katana e Batticaloa por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília) de domingo.

Autoridades dizem que a maioria das explosões foram ataques suicidas e temem que por trás dos ataques estejam militantes do Estado Islâmico que retornaram do Oriente Médio.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY