Saiba como foi o Corpus Christi de Ozanam após fundar a SSVP

0
493
Foto: Carlos Eduardo Santana

A celebração de Corpus Christi de 1833 aconteceu exatamente 90 dias após Ozanam e os amigos dele fundarem a primeira Conferência de Caridade, hoje conhecida como Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP).

Há uma carta inédita de Antônio Frederico Ozanam, que pertence ao arquivo do confrade João Alves de Melo, colaborador interino da SSVP, em que o principal fundador da entidade descreve à mãe dele, D. Maria Ozanam, como foi o Corpus Christi daquele ano. Confira a seguir:

“Se lhe dissesse que no dia de Corpus Christi três jovens desmiolados saíam de Paris, pelos Campos Elíseos, às oito horas da manhã, talvez lhe aguçasse a curiosidade. Se lhe contasse que às dez horas cerca de trinta estudantes assistiam à procissão em Nanterre, edificaria sem dúvida a sua piedade. E se acrescentasse que, às seis da tarde, vinte e dois desses jovens se achavam em torno de uma mesa em Saint-Germain-em-Laye, ainda mais a deixaria intrigada. Se, enfim, lhe revelasse que, cerca de meia-noite e um quarto, três jovens batiam à porta do número sete da Rua de Gres, alegres de espírito, mas de pernas doloridas e sapatos cobertos de poeira, e que um deles, de cabelos castanhos, nariz grande e olhos cinzentos e muito conhecido seu, que diria você, minha boa mãezinha?

Certamente diria: Oh! Oh! Isto tem ares de uma louca aventura! Que turma de estouvados! Não fosse a procissão, ficaria talvez bem intrigada. Aí está! Vejo que toquei no ponto fraco, encontrando, entre os duzentos e trinta e cinco dias de minha peregrinação pela Capital, exatamente o que despertaria o seu interesse (…).

Sabe bem o coração quantas vezes pensei em você nesse dia, que foi um dos mais encantadores de minha vida” – Antônio Frederico Ozanam

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY