Produção de salgados gera renda e assistida é promovida

0
629
Natália com os vicentinos e o kit que ganhou para a produção de salgados

O pesadelo do desemprego assombrou muito tempo a vida de Natália Procópio, uma assistida da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) em Fortaleza (CE). Ela só voltou a ter ‘bons sonhos’ para o futuro com a ajuda dos vicentinos.

Natália é mais uma das beneficiadas pelos Projetos Sociais do Conselho Nacional do Brasil (CNB/SSVP). Esta é uma iniciativa inovadora e eficiente de trabalhar dentro da instituição, em que os membros pensam ações para a retirada das famílias da situação de pobreza, e o CNB arca com os custos.

No caso de Natália, a promoção social veio por meio de um curso para a produção de salgados. Ela ainda ganhou os materiais para começar o negócio.

Natália era assistida da Conferência São José. Ela recebeu os equipamentos para trabalhar no mês passado e já dispensou a cesta básica semanalmente doada pelos vicentinos. “Quando as encomendas começaram, a própria Natália percebeu que não precisava mais de ajuda e teve a consciência que os alimentos poderiam ser doados para quem realmente não tinha nenhuma fonte de renda”, explica a consócia Antônia Alves da Silva.

Com a venda de salgados – coxinhas, risoles, pastéis e enroladinhos – a ex-assistida tira o capital de giro (dinheiro a ser investido na produção) e vive hoje com o lucro.

Para a consócia Antônia, ver a promoção social sendo efetividade se torna muito motivador. “É extremamente gratificante perceber que o trabalho teve retorno, que nós não só entregamos cestas básicas, mas ajudamos a melhorar as vidas das pessoas”.

 

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY