Porto Alegre é o primeiro do Sul a receber a relíquia

0
320

Os vicentinos gaúchos estão com a relíquia do confrade Antônio Frederico Ozanam desde o início do mês. Depois de peregrinar pela Região IV, essencialmente formada por cidades do estado de São Paulo e sul de Minas, o relicário com um pedaço de tecido usado pelo principal fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) chega ao Rio Grande do Sul.

No estado, a relíquia peregrina pelas Conferências vinculadas aos Conselhos Centrais de Porto Alegre e Passo Fundo.

O confrade Luiz Dalmagro, que será empossado presidente do Central de Passo Fundo neste final de semana, descreve a experiência de fé vivida pelos vicentinos locais. “É um momento muito rico e emocionante. A relíquia tem ido aos lares de idosos, às casas das famílias assistidas e de vicentinos afastados, ou seja, Ozanam está ao lado de quem ele sempre amou: os Pobres”.

RECEPÇÃO

Chegada da relíquia durante a Jornada Vicentina

A relíquia estava no Conselho Metropolitano de Pouso Alegre e foi levada para o Rio Grande do Sul pelo padre Joelson Sotem (Congregação da Missão-CM), em 6 de outubro. Na oportunidade, ela foi recebida por cerca de 350 confrades e consócias que participavam da Jornada Vicentina, na cidade de Porto Alegre.

O presidente do Conselho Nacional do Brasil (CNB), confrade Cristian Reis da Luz, estava presente.

PRÓXIMO DESTINO

Do Conselho Central de Passo Fundo, a relíquia volta para o Conselho Central de Porto Alegre, onde continua a peregrinação pelo Rio Grande do Sul. Só no início de novembro é que ela deixa o estado e vai para a área do Conselho Metropolitano de Curitiba (PR).

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY