Participação no processo de alteração da Regra está abaixo da esperada

0
Consócia Vera Lúcia, coordenadora da Comissão de Estudos da Regra

Os vicentinos têm até o próximo dia 31 de julho para enviar sugestões contributivas com a redação da Regra – documento que norteia as atividades da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) no Brasil. O texto será reformulado e, neste primeiro momento, a etapa está aberta à participação popular, no entanto, ela tem sido baixa, informa a consócia Vera Lúcia dos Santos e Santos, coordenadora da Comissão de Estudos da Regra.

A participação no processo é bem simples. Basta entrar em contato com o Conselho Metropolitano de sua área e se informar quem é a equipe responsável por reunir as sugestões na região. As propostas de alteração do documento deverão ser entregues aos membros. Todas as sugestões serão analisadas e as contundentes podem ser acatadas.

Vera conta que há Conselhos Metropolitanos que quase não receberam sugestões, uma questão que a tem preocupado. “Este é um momento único na história da SSVP, quando os vicentinos têm a oportunidade de opinar e participar. Infelizmente, o prazo para o envio das sugestões vence no próximo 31 de julho e nós não receberemos mais nenhum material depois”.

Ela esteve reunida com outros membros da Comissão de Estudos da Regra no último sábado (7), na sede do Conselho Nacional do Brasil (CNB), no Rio de Janeiro. Participaram: confrade Márcio José (coordenador nacional do Denor), confrade Luis Roncaglia (terceiro vice-presidente do CNB), confrade Carlos Henrique David-Kaike (relações Internacionais) e Cristiane Nogueira (coordenadora nacional da Ecafo).

Dentre os assuntos abordados na reunião, os vicentinos discutiram sobre a importância da participação dos assessores Espirituais das Unidades Vicentinas, principalmente, contribuindo com questões na Regra relacionadas à Igreja. Ainda esta semana, uma carta será enviada a eles, pedindo o apoio.

A equipe também começou a delinear um encontro com os representantes regionais da Comissão de Estudos da Regra, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de outubro, no Lar Bussocaba, em Osasco (SP).

PEDIDOS RECORRENTES

A consócia Vera conta que algumas das sugestões veem se repetindo com frequência, dentre elas, a possibilidade de casais em segunda união assumirem cargos na SSVP; sobre quem deve ou não votar em eleições de Unidades Vicentinas, e que não deve haver acúmulos de cargos em hierarquias diferentes dentro da instituição.

As sugestões serão estudadas e a previsão é de que o novo texto da Regra seja votado em Plenária no ano de 2019. Caso seja aprovado, em 2020, ele passa por uma nova votação no Conselho Geral Internacional. Só se for aprovado nesta última esfera é que será impresso e validado no Brasil.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

 

 

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta