Imaculada Conceição: em PE, vicentinos têm protagonismo no culto a Maria

0
387
Imagem de Imaculada Conceição que foi trazida da França pelos vicentinos

A imagem de Nossa Senhora da Conceição, no alto do morro que leva o nome da santa em Olinda (PE), tem uma história entrelaçada com a dos vicentinos pernambucanos. Foram os confrades e consócias que, em 1904, trouxeram a estátua de navio da França e levaram-na ao morro. Ela tem três metros e meio e pesa mais de 800 kg.

A homenagem à Imaculada Conceição ocorreu na comemoração dos 50 anos da bula Ineffabilis Deus, por meio da qual, o Papa Pio IX declarou que a Virgem Maria foi concebida e viveu longe do pecado original. Na época, o arcebispo Dom Luiz Raymundo da Silva Brito e os vicentinos resolveram então criar o monumento dedicado à Mãe de Jesus. A estátua fica virada para o mar, abençoando Recife.

Seguindo a tradição da transladação, os vicentinos fazem anualmente uma procissão até o alto do morro (leia matéria na edição janeiro/fevereiro da revista Boletim Brasileiro). A Romaria pernambucana já tem 115 anos.

Um fato curioso é que um dos importantes articulistas da criação do monumento, confrade Carlos Alberto de Menezes, presidente dos vicentinos em 1904, morreu no dia 1º de novembro daquele ano e, por isso, não participou da inauguração oficial da imagem, em 8 de dezembro.

TRADIÇÃO VICENTINA

Romaria feita ao Morro da Conceição neste ano

A devoção à Imaculada Conceição remota aos fundadores da SSVP. Durante uma reunião, Ozanam e os amigos decidiram colocar a Sociedade de São Vicente de Paulo sob a proteção de Imaculada Conceição.

Hoje, os confrades e consócias devem realizar uma festa anual próxima ao dia da santa como forma de homenageá-la.

LIVRE DO PECADO

Nossa Senhora, no dogma da Imaculada Conceição, mostra ao mundo que a Mãe de Jesus nasceu e viveu sem mancha de pecado.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY