Igreja passa a celebrar anualmente o Dia Mundial dos Pobres

0
83

Com o objetivo de lembrar e, não o de comemorar, a Igreja Católica definiu que a partir do próximo ano, a 19 de novembro, será celebrado o Dia Mundial dos Pobres. A nova data é uma decisão do Papa Francisco, se inspirando no Ano Santo da Misericórdia (dezembro de 2015/novembro de 2016), que culminou no ‘Jubileu das Pessoas Excluídas Socialmente’, celebrado no Vaticano a 13 de novembro, quando se fecharam as Portas Santas em todas as catedrais e santuários do mundo.

O Papa Francisco ao instituir a data quer incentivar a solidariedade para com os Pobres. “Não podemos esquecer-nos dos pobres: trata-se dum convite hoje mais atual do que nunca, que se impõe pela sua evidência evangélica”.

O Sumo Pontífice ainda explica que a pobreza está em vários campos onde exigem respostas concretas da sociedade, a exemplo das migrações, doenças, prisões, analfabetismo e ignorância religiosa. “As obras de misericórdia tocam toda a vida duma pessoa. Por isso, temos possibilidade de criar uma verdadeira revolução cultural precisamente a partir da simplicidade de gestos que podem alcançar o corpo e o espírito, isto é, a vida das pessoas”.

Às pessoas que praticam obras de caridade, tais como os membros da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), Francisco deixa uma mensagem. “Existem muitos sinais concretos de bondade e ternura para com os mais humildes e indefesos, os que vivem mais sozinhos e abandonados. Há verdadeiros protagonistas da caridade, que não deixam faltar a solidariedade aos mais pobres e infelizes”.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY