Família Vicentina está preocupada com a situação dos venezuelanos

0
268
Itens básicos de alimentação faltam para os venezuelanos

Fome, violência, negação dos direitos básicos… Estes são alguns dos problemas enfrentados pelo povo da Venezuela. O país vive a maior crise política, histórica e humanitária, provocada inicialmente pelo enfraquecimento da economia com a queda do valor do barril de petróleo (principal fonte de renda da nação). Sem dinheiro, o país parou de importar itens básicos do cotidiano – a exemplo de comida e produtos de limpeza – que se tornaram escassos ou caríssimos nos supermercados. Toda a população foi afetada, em especial a população mais carente.

Sem dinheiro e temendo a violência que assola o país provocada por militantes do presidente de Nicolás Maduro e opositores, muitos venezuelanos não tiveram outra saída a não ser fugir em busca de melhores oportunidades. Colômbia, Peru e Brasil são os principais destinos dos que imigram. O problema é que nenhum desses países estava preparado para recebê-los, por isso, muitos estão vivendo nas ruas, em situação de mendicância.

O drama dos venezuelanos – tanto os que imigraram quanto os que permanecem na Venezuela – tem sido causa de preocupação por parte dos membros da Família Vicentina (FV), conjunto de organizações inspiradas em São Vicente de Paulo, do qual a SSVP é membro.

O Escritório Internacional da FV, com sede na Filadélfia (EUA), divulgou uma declaração em solidariedade ao povo da Venezuela, demonstrando de forma especial a preocupação com a situação dos Pobres do país. “Diante desta crise humanitária, a Família Vicentina deseja estar presente não apenas manifestando a nossa solidariedade com a oração e o acompanhamento espiritual, mas oferecendo ajuda para aliviar parte do sofrimento dos mais abandonados”.

 

Para ler a declaração na íntegra, CLIQUE AQUI

 

A ajuda aos venezuelanos, de acordo com a declaração, deve ser feita por meio do “abraço compassivo, oração contínua e uma campanha internacional de assistência vicentina aos mais pobres do país, bem como em favor dos programas que a Família Vicentina tem na Venezuela”.

O documento também pede que os países recebam, protejam e apoiem todos os imigrantes.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

 

 

 

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY