Assessoria Espiritual: um serviço em prol do Carisma Vicentino

0
175
Padre Alexandre Nahass Franco

O trabalho vicentino é voltado à ação pela erradicação da pobreza. No entanto, não é meramente fazer… Todas as atividades precisam estar em sintonia com as recomendações da Igreja e, principalmente, de acordo com a espiritualidade vicentina. Para isso, Conselhos e até Conferências contam com o apoio de um assessor Espiritual, que pode ser padre, religioso (a) ou ainda leigo. É ele quem fará com que os vicentinos trilhem o caminho da caridade em consonância com a fé.

No Conselho Nacional do Brasil (CNB), o assessor Espiritual é o padre Alexandre Nahass Franco (Congregação da Missão-CM).  Segundo ele, o serviço da Assessoria Espiritual torna-se um importante aliado dos confrades e consócias. “Os vicentinos, a partir da vivência da espiritualidade, buscam servir melhor os Pobres de uma maneira afetiva e efetiva”. Palavras que endossam o discurso do presidente nacional da SSVP, confrade Cristian Reis da Luz, quando foi empossado em setembro passado. Na oportunidade, Cristian pediu. “Queremos que a espiritualidade vicentina esteja impregnada nas veias de cada vicentino que em seu SIM, coloca-se a serviço de quem precisa (…) Que nossos departamentos: DECOM, DENOR, CCA, CJ, MISSÃO, ECAFO, juntamente com a Assessoria Espiritual, sejam UM (…) Já não somos um único e exclusivo departamento ou uma exclusiva função, somos mais, somos UNIDADE, somos ESPIRITUALIDADE, somos COMPROMISSO, somos o desejo de um MUNDO MELHOR”.

Padre Alexandre ainda cita uma frase do Papa Francisco sobre a importância da espiritualidade: “Sem Jesus corremos o risco de nos tornar apenas uma ONG piedosa”.

Para conhecer melhor o trabalho de um assessor Espiritual, a equipe de jornalismo do site SSVPBRASIL pediu que padre Alexandre enumerasse as principais atribuições da função que desempenha. Confira a seguir:

 

  • Participar integralmente da reunião mensal do CNB, todo primeiro sábado, preparando um momento celebrativo e orante (Celebração Eucarística, Hora Santa, Oração da manhã, entre outras) antes do início da reunião para os membros do CNB; fazendo a Leitura Espiritual ou reflexão do dia caso lhe seja solicitado;
  • Fazer revisão nas matérias do Boletim Brasileiro, conferindo sua conformidade com os ensinamentos da Igreja;
  • Informar e orientar o CNB acerca do Calendário Litúrgico e dos documentos oficiais da Igreja;
  • Prestar orientações sobre evangelização e outras questões, dentro do posicionamento oficial da Igreja no Brasil e da Regra da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), quando necessário ou consultado;
  • Ajudar no bom relacionamento entre as Unidades Vicentinas, quando solicitado;
  • Pregar retiros e participar de encontros e celebrações da Sociedade de São Vicente de Paulo, quando solicitado dentro de um prazo mínimo de 60 dias de antecedência e sem prejuízos das atividades junto ao CNB.

Outras atividades também são exercidas pelo assessor Espiritual:

– DECOM (Departamento de Comunicação):

Elaboração de artigos na linha da espiritualidade vicentina para o Boletim Brasileiro do CNB e da página da Web do CNB;

Auxilio na definição de um lema que terá sequência para as quatro Romarias Nacionais ao Santuário de Aparecida, seguindo a mesma linha do lema da gestão 2017-2021;

Reuniões no Santuário de Aparecida para a preparação das Romarias Nacionais.

– Departamento Missionário:

Presença junto a este Departamento reforçando a ação missionária da SSVP, assessorando nos encontros de formação com a equipe e participação nas experiências missionárias.

– ECAFO – ESCOLA DE CAPACITAÇÃO ANTONIO FREDERICO OZANAM:

Participação nas reuniões da equipe e ajuda em determinadas atividades do plano de ação 2017-2021.

– COMISSÃO DE JOVENS:

Participação nas reuniões da equipe e ajuda em determinadas atividades do plano de ação 2017- 2021.

– DENOR – Departamento de Normatização e Orientação:

  1. Acompanhamento do coordenador nacional e de sua equipe nas reuniões e encaminhamentos deste Departamento, com finalidade de colaborar no aprofundamento e no discernimento das questões e decisões de obras e patrimônios da SSVP.

– CCA´s – Conferências de Crianças e Adolescentes:

Participação nas reuniões da equipe e ajuda em determinadas atividades do plano de ação 2017-2021.

– ENCONTROS NACIONAIS:

  1. Presença e assessoria nos encontros nacionais da ECAFO, CCA´s, DECOM, DENOR, Departamento Missionário, Plenárias Nacionais;
  2. Encontros das Regiões que acontecem anualmente (na medida das possibilidades).

– ACOMPANHAMENTO DA DIRETORIA DO CNB E DOS METROPOLITANOS:

  1. Plantões na sede do CNB;
  2. Orientação de pelo menos um retiro espiritual ao longo destes 4 anos para a diretoria do CNB;
  3. Visitas aos Conselhos Metropolitanos que ainda não têm assessores Espirituais;
  4. Ajuda na elaboração de um material de espiritualidade para orientação das Conferências, Conselhos Particulares, Conselhos Centrais e Metropolitanos;
  5. Participação, quando possível, em reuniões de Conferências e visitas as Obras Unidas da SSVP.

– ASSESSORES ESPIRITUAIS:

  1. Preparação e organização do Encontro Nacional com os Assessores Espirituais da SSVP;
  2. Preparação e elaboração de um subsídio sobre Considerações sobre o trabalho do Assessor Espiritual na SSVPdestinado aos Assessores Espirituais dos Conselhos Metropolitanos, Conselhos Centrais, Conselhos Particulares e de Conferências;
  3. Promover o intercâmbio e partilha de experiências com os assessores Espirituais dos Conselhos Nacionais de outros países.

– FAMÍLIA VICENTINA:

  1. Intensificar cada vez mais a relação da SSVP com a Família Vicentina, possibilitando que os temas da Família Vicentina estejam alinhados dentro do projeto de espiritualidade do CNB, sobretudo motivando para ações norteadas pela Mudança Sistêmica em favor dos mais necessitados;
  2. Participação no Encontro Nacional da Família Vicentina;
  3. Motivar os Conselhos Metropolitanos a participar no Encontro Nacional da Família Vicentina.

– APROXIMAÇÃO DA SSVP COM A IGREJA:

  1. Acompanhamento do processo de Canonização do bem-aventurado Antonio Frederico Ozanam;
  2. Estreitamento de vínculos e parcerias da SSVP com os bispos e com a CNBB.

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY