Papa Francisco concede bênção apostólica aos vicentinos e Pobres

0

Como legítimo sucessor de Pedro e Vigário de  Cristo, o Papa Francisco abençoou cerca de 11 mil membros da Família Vicentina hoje (14) e disse que a bênção deverá ser estendida a todos os Pobres que eles encontrarem na caminhada junto aos Ramos que participam. O evento com o Papa era uma das atividades mais aguardadas do Simpósio Internacional da Família Vicentina, encontro promovido em celebração aos ‘400 Anos do Carisma Vicentino’.

A audiência com o Papa aconteceu na Praça São Pedro. Francisco falou com propriedade sobre o ‘Carisma Vicentino’, porque o conhece de muito perto. Quando ainda era padre na Argentina, ele ajudou bastante os membros da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), visitando famílias carentes.

Diante do coração de Vicente de Paulo, que foi levado a Roma para o Simpósio, o sumo pontífice pediu que os representantes da Família Vicentina contribuam para que este ‘Carisma’ seja perpetuado. “São Vicente gerou um impulso de caridade que dura nos séculos. Por isso, hoje, quero encorajá-los a prosseguirem este caminho, nas pegadas do seu fundador, propondo-lhes três simples verbos, que acho importantes para o espírito vicentino, mas também para a vida cristã em geral: adorar, acolher, ir”.

Francisco discorreu sobre a tríade verbal. Sobre ‘adorar’, ele relembrou o convite do próprio Vicente de Paulo, que exortava os cristãos a dedicarem-se à oração, como forma de aproximá-los de Deus e impulsioná-los à alegria.

Já o verbo ‘acolher, Francisco disse que vai muito além de receber bem as pessoas; faz com que os vicentinos se tornem disponíveis e desapegados.

Concluindo, o sumo pontífice definiu que o verbo ‘ir’ mostra a disposição do vicentino de sair ao encontro do irmão, principalmente o irmão que sofre diante das diversas situações de pobrezas. Francisco aproveitou a oportunidade para fazer um agradecimento especial. “Queridos irmãos e irmãs, agradeço-os por estarem em movimento pelas estradas do mundo, como São Vicente lhes pediria também hoje. Faço votos de que não parem, mas continuem, através da adoração, a atingir o amor de Deus e a difundi-lo ao mundo, contagiando-o com a caridade, a disponibilidade e a concórdia”.

Encontro

O presidente-geral internacional da SSVP, confrade Renato Lima de Oliveira, teve a oportunidade de apertar as mãos do Papa Francisco.

Além de cumprimentar o Sumo Pontífice, Renato o presenteou com dois livros vicentinos (um escrito por ele e outro de autoria de Katlem Omera) e um dossiê de 10 páginas sobre os recentes milagres atribuídos a Antonio Frederico Ozanam, principal fundador da SSVP.

O presidente-geral ainda fez um brincadeira. “Parabéns para a Argentina que conseguiu a vaga para a Copa”, referindo-se ao fato de Francisco ser argentino, e a seleção dele ter conseguido uma classificação para o Mundial de 2018, em jogo realizado na última terça-feira. Segundo Renato, o Papa retribuiu com um sorriso.

 

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL, com fotos de Ada Ferreira e Divulgação

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta