Brasil integra comissão sobre recomendações de uso da logomarca da SSVP

0
116

A imagem acima mostra a proposta inicial da nova logomarca internacional da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) que foi modernizada e será usada pelo Conselho Geral Internacional (CGI), depois de ser submetida a pequenos ajustes. Hoje, na Espanha, houve uma votação, com a presença do presidente da SSVP no Brasil, confrade Cristian Reis da Luz, e o modelo apresentado foi o escolhido. Será feita uma normatização de como a marca deverá ser utilizada.

Montou-se uma comissão de estudos, da qual participam Brasil, França, Estados Unidos, Itália, Austrália e Nigéria para preparar o relatório com recomendações ao CGI sobre a logomarca. Durante um ano, o grupo vai analisar os processos. O resultado do estudo deverá ser apresentado na cidade de Porto (Portugal), em 2019.

O confrade Cristian ressalta que, por enquanto, nenhuma alteração será feita na logo do Brasil.

Presidente apresenta vídeo emocionante sobre a Romaria

Ainda na manhã desta sexta, o confrade Cristian exibiu ao público presente à reunião internacional da SSVP um vídeo sobre a Romaria Nacional dos Vicentinos a Aparecida (SP). O material foi produzido pela Ozanam TV.

MEDALHA

35838265_10209870118784350_6967327043134423040_n

 

Uma das novidades da reunião do Comitê Internacional, ocorrida ainda na manhã desta sexta, foi o lançamento da medalha ‘Caridade e Esperança’. Uma vez por ano, o CGI vai premiar uma pessoa ou instituição que desenvolve um trabalho humanitário. Em 2018, o escolhido foi o Rotary Club.

Aconteceram ainda as aprovações do orçamento de 2018 do CGI, da ata da reunião anterior e dos trabalhos realizados pela presidência e vice-presidência do CGI.

O ex-presidente-geral, confrade Torremocha fez uma apresentação sobre os 15 anos da Regra.

 

País doa R$11 mil para Comissão

O Conselho Nacional do Brasil doou, com a ajuda do Conselho Metropolitano de Juiz de Fora (MG), R$11 mil para a Comissão Internacional de Ajuda e Desenvolvimento (CIAD).

Tal Comissão tem um fundo de reserva que atende às seguintes situações: catástrofe, projetos de Mudança de Estruturas (promoção social), expansão da SSVP e estruturação de Conselhos Nacionais.

Cristian também ouviu o pedido para que os países façam adesão ao projeto da Família Vicentina de construir casas para os sem-teto. “Queremos avançar neste projeto no Brasil, mobilizando que cada Conselho Metropolitano construa uma ou mais casas, e ajude outros CMs mais pobres. A moradia é uma forma de dar dignidade às famílias carentes”.

 

ENCONTRO DE JOVENS

Uma das últimas decisões tomadas foi sobre os Encontros Internacionais de Jovens, que devem ser realizados a cada cinco anos.

 

 

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

LEAVE A REPLY